Arquivo do blog

Encontros Literários no Novo Nicho pra Santa

Encontros Literários no Novo Nicho pra Santa, na Casa Lygia Bojunga, Santa Teresa, Rio de Janeiro.
Visite:

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Algumas palavras, alguns livros 18


Contracorrente: conversas sobre leitura e política
Ana Maria Machado
São Paulo: Ática, 1999

            Ana Maria Machado é uma das consagradas autoras da literatura brasileira, com livros para crianças, jovens e adultos, em prosa, poesia, ensaios, teatro, não ficção, além de inúmeras traduções impecáveis. Sua obra ultrapassa os cem títulos publicados e abrange um universo amplo de assuntos e de gêneros. Os números fazem parte da carreira desta brilhante escritora, premiada diversas vezes no Brasil e no exterior e Membro da Academia Brasileira de Letras – ABL. Para saber mais sobre sua obra, vale a pena consultar o site: http://www.anamariamachado.com
Com ampla experiência na área de literatura infantil e juvenil, Ana Maria foi livreira, editora, jornalista, crítica literária, professora. Conhece a cadeia do livro e da leitura e atualmente é a presidente da ABL. Tudo isso tem repercutido no seu fazer literário, na sua forma de pensar a cultura, em especial, a leitura e a literatura.
Dentre seus tantos livros de ensaios, em torno de dez, destacamos Contracorrente: conversas sobre leitura e política, da década de noventa. São onze textos que refletem sobre o direito de ler, a ideologia da leitura, as novas tecnologias e a leitura, o acesso aos livros no Brasil hoje. Ou seja, são temas atuais e necessários para serem debatidos entre educadores e adultos que lidam com as crianças, os jovens e a cultura.
Em “Ideologia e livro infantil”, a autora nos mostra como a ideologia faz parte das expressões literárias e que não há literatura neutra. Ler esses ensaios nos nutre de informação e de questionamentos sobre a função da literatura e da leitura e sobre a importância que exercem na vida contemporânea de crianças, adolescentes e adultos.

Ninfa Parreiras

Leituras de escritor
Ana Maria Machado (org)
Ilustrações Thais Beltrame
São Paulo: Comboio de corda, 2009


            Quais são as leituras de uma consagrada escritora?             Seria ela uma leitora atenta? Quando falamos em Ana Maria Machado, sabemos que é leitora voraz, como ela mesma diz, conhece a literatura clássica, a literatura brasileira, a literatura popular. Ou seja, entende muito bem de livros, de criação literária e transita nesse meio com segurança. Além de escritora, Ana Maria é tradutora de contos, novelas e romances. A mensagem que criou em 2003, para o Dia Internacional do Livro Infantil – DILI do International Board on Books for Young People - IBBY, “Livros: o mundo numa rede encantada” (http://www.fnlij.org.br/imagens/Atividades%20Internacionais/Mensagem%20DILI%20Ana%20Maria%20Machado.pdf), nos mostra seus caminhos como leitora curiosa desde a sua infância. Suas palavras instigam em que as lê um desejo de também conhecer e ler.
            Na obra Como e por que ler os clássicos universais desde cedo, da editora Objetiva, a autora nos presenteia com um passeio variado e rico pela literatura de todo o mundo. Diferentes obras, de diferentes épocas são comentadas, como se fosse um bate papo com a autora.
Já em Leituras de escritor, da Coleção Leituras de escritor, Ana Maria selecionou e comentou quatorze contos de autores estrangeiros e nacionais. De Edgar Allan Poe a Francis Scott Fitzgerald; de Machado de Assis a Clarice Lispector; de Julio Cortázar a Gabriel García Márquez são narrativas surpreendentes. Após cada conto, há uma apresentação para cada autor e preciosos comentários sobre os textos. Imperdível seleta de contos!
Ninfa Parreiras